PLANTÃO 24 HORAS

(62) 3095-5909
(62) 9835-0339

e-mail: luiz@sebbaelopes.com.br

Roriz renuncia sua candidatura ao governo de Brasília, mas coloca sua esposa como subistituta.

 

Joaquim Roriz, candidato do PSC, renunciará à candidatura ao governo do Distrito Federal. Será substituído por sua mulher, Weslian Roriz (foto acima)

Como a programação das urnas eletrônicas já está pronta, o nome de Roriz aparecerá na hora em que o eleitor tiver que digitar o nome do seu candidato.

Votando em Roriz, o eleitor estará votando na mulher dele.

A renúncia se dará menos de 24 horas depois de o Supremo Tribunal Federal ter decidido nada decidir a respeito de ação impetratada por Roriz contra a validade da Lei da Ficha Limpa para as eleições deste ano.

A renúncia será anunciada às 16h.

Esse sempre foi o Plano B de Roriz caso sua candidatura fosse barrada pela Justiça.

De certa forma, foi.

O Tribunal Regional Eleitoral negou o registro da candidatura de Roriz porque ele renunciou ao mandato de senador para escapar de ser cassado. Recebeu propina do empresário Nenê Constantino, fundador da empresa GOL. Está sendo processado por isso.

O Tribunal Superior Eleitoral também negou o registro da candidatura de Roriz. Pelo mesmo motivo.

O Supremo deveria, ontem, ter confirmado ou revogado a decisão do Tribunal Superior Eleitoral. Havia 10 ministros na sessão. Resultado: 5 x 5.

A decisão ficou para a próoxima semana. Ou para depois da eleição.

Aí baixou a insegurança em Roriz. Diante do risco de acabar perdendo no Supremo, lançará a candidatura da mulher.

Na prática, a renúncia de Roriz deixa o campo livre para a eleição de Agnelo Queiroz, candidato do PT ao governo.

 

Fonte: O Globo

Basta nos seguir - Twitter